quinta-feira, 15 de setembro de 2011

“AJUDAR ALGUÉM, SEM OLHAR A QUEM!”


Projeto: “AJUDAR ALGUÉM, SEM OLHAR A QUEM!”

Turmas: JARDIM B1 (manhã) e JARDIM A (tarde)
Professora:Maileni R. Erhart


            Em maio deste ano, as turmas do Jardim B1 e Jardim A assistiram o  filme “A menina e o porquinho”, que conta a história de uma menina que salva o porquinho de ser morto logo quando nasceu. Durante o desenrolar da história, no filme  aparecem vários exemplos e atitudes de personagens que se esforçam para ajudar os seus amigos. Conversando sobre o filme,  vimos vários exemplos nossos de como podemos ajudar não só os nossos amiguinhos e familiares, mas também, pessoas que não conhecemos e que também precisam do auxílio/gentilezas dos outros.
           Acreditando que crianças aprendem principalmente pelo exemplo de ações/atitudes dos adultos, solicitamos que os familiares  escrevessem alguns exemplos de ajuda/apoio/auxílio que  já realizaram ou gostariam de fazer se tivessem a oportunidade. Conversamos sobre esses exemplos durante as “rodinhas” nas nossas aulas. A contribuição de cada família nesse projeto foi de fundamental importância, pois foi a partir delas que surgiu a idéia de fazermos a campanha de incentivo à doação de sangue e também de realização do cadastro para a doação de medula óssea. Além de motivar as suas famílias, vizinhos e amigos, as crianças fizeram também cartinhas para diferentes entidades de nosso município ( Câmara de Vereadores, Rádio Colorense...) para incentivá-los à doarem sangue e a participarem do cadastro de medula óssea que ocorreu no dia 06/08 na Empresa DASS em Ivoti e tbém para o dia 27/08, em NH, durante o “McDia Feliz” que neste dia também faz o cadastro de doadores, bem como tem o valor da venda do lanche Big Mac revertido para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer.
            É importante ressaltar que o cadastro consiste somente na coleta de 5ml de sangue,com o qual se realiza o teste de compatibilidade. Esses dados são colocados num sistema informatizado e  somente em caso de um dia ser compatível com alguém que necessite  o voluntário é novamente consultado sobre a intenção em doar e realizar outros exames.
             As crianças aprenderam que somente os adultos podem doar sangue e medula óssea, portanto, além dos  familiares e amigos, os alunos estão também convidando e incentivando a comunidade Lindolfo Collorense  para darem esse grande exemplo de cidadania e solidariedade.
É importante lembrar que para uma criança, um bom exemplo vale mais do que mil palavras...    
            O grande objetivo  deste projeto é  que muitas pessoas de nossa cidade se sintam motivadas à serem doadoras de sangue e de medula óssea  e desta forma SALVARMOS MUITAS VIDAS.    Participe, ajude alguém, sem olhar a quem!





Nenhum comentário:

Postar um comentário